.

sábado, 7 de fevereiro de 2015

Foi Maomé possuído por demônios?

"Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema." Gal 1:8


Os maometanos alegam que o anjo "Gabriel" revelou o Alcorão a Maomé através de visitações angelicais. No entanto, se formos a ler o próprio material islâmicos, algumas questões invariavelmente surgem:

1. Durante estas visitas alegadamente "angélicas", porque é que Maomé pensava que ele estava possuído, chegando ao ponto de tentar por diversas vezes o suicídio como forma de se aliviar?

2. Porque é que Maomé exibiu os sinais clássicos de possessão demoníaca em oposição às "normais" visitas angélicas tal como descritas no Novo Testamento, também supostamente revelado por Alá (Sura 5:47)?

Estes sinais e traços demoníacos são normalmente mencionados na Bíblia bem como em outros textos ocultistas e textos da Nova Era. O Apóstolo Paulo escreve em Gálatas 1:8 "Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema."

Qualquer pessoa que alegasse ter recebido revelação Divina ou angelical que contradiz o Evangelho de Jesus Cristo como Senhor e Salvador, segundo a Bíblia, essa pessoa é falsa e está sob uma maldição. Para além disso, eis o que a Bíblia diz da fonte dos falsos ensinamentos e das falsas revelações, "dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demónios" (1 Timóteo 4:1). E diz ainda:

Ele [Satanás] foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira. - João 8:44

Características da possessão demoníaca na Bíblia comparada com o comportamento de Maomé

Na Bíblia, sempre que há uma revelação angelical dada ao homem, não há uma única instância onde o anjo invade ou possui o individuo, colocando o homem sob o controle total do anjo. Há várias ocasiões onde os homens recebem a visitação duma anjo (Lucas 2:9-20, Mateus 28:1-7, Actos 10:1-7, Daniel 10:4-21) ou a visitação de Deus (Isaías 6, Actos 9:3-9, Actos 9:10-16, Actos 10:9-16) mas nenhum dos indivíduos é tomado fisicamente, e controlado de forma a que ele fique incapacitado de agir segundo a sua vontade.

Certamente que não há qualquer parte da Bíblia onde Deus possui uma pessoa de modo a que ela 1) caia num transe ou em coma, 2) fique incapacitada de se comunicar, 3) seja fisicamente prejudicada, 4) espume da boca 5) faça grunhidos e sons de forma descontrolada, 6) fique com tendências suicidas.

Existem, por outro lado, várias descrições de actividade demoníaca, onde um espírito imundo entre dentro dum indivíduo causando a que ele exiba certas características notavelmente semelhantes com as que Maomé exibia sempre que ele estava sob a influência de "Gabriel".

[Nas passagens que se seguem, a verde estão as fontes islâmicas e a azul a Palavra de Deus.]

Habitação ou Possessão [demoníaca].

“E de fato e olhei para ele enquanto a revelação descia sobre ele num dia extraordinariamente frio; e depois ele deixou-o enquanto a sua sobrancelha estava coberta de suor.” (Mishkat IV, page 360)

“Mas Paulo, perturbado, voltou-se, e disse ao espírito: Em nome de Jesus Cristo, te mando que saias dela. E na mesma hora saiu.” Actos 16:18

Espumando da Boca. 

Depois dum ataque de tremores e depois de ter fechado os seus olhos, abatia-se sobre ele [Maomé] algo parecido com um desmaio, e a sua cara espumava e ele rugia como um pequeno camelo." (mizanul MizanuŸl Haqq, page 345)

"E trouxeram-lho; e, quando e O viu, logo o espírito o agitou com violência, e, caindo o endemoninhado por terra, revolvia-se, espumando." Marcos 9:20

Gritando ou Gemendo.

"...abatia-se sobre ele . . . e ele rugia como um pequeno camelo." (mizanul MizanuŸl Haqq, page 345)
"Eis que um espírito o toma, e de repente clama, e o despedaça até escumar" Lucas 9:39

Causando danos físicos.

"O anjo agarrou-me (à força) e pressionou-me com tanta força que eu já não conseguia aguentar. Ele libertou-me e disse-me outra vez para ler, ao que eu disse "Eu não sei como ler". Ele voltou a pegar em mim e pressionou-me uma segunda vez até eu não poder mais. Ele libertou-me e disse-me outra vez para ler, ao que eu voltei a responder, "Eu não sei ler" "ou o que é que eu tenho que ler?" Ele agarrou-me pela terceira vez e voltou a pressionar-me. Depois libertou-me." (Sahih Bukhari 1,1,3)

"E, quando vinha chegando, o demónio o derrubou e convulsionou; porém Jesus repreendeu o espírito imundo, e curou o menino, e o entregou a seu pai." Lucas 9:42

"E, saindo ele do barco, lhe saiu logo ao seu encontro, dos sepulcros, um homem com espírito imundo . . . E andava sempre, de dia e de noite, clamando pelos montes, e pelos sepulcros, e ferindo-se com pedras. . . . Porque lhe [o Senhor Jesus] dizia: Sai deste homem, espírito imundo." Marcos 5:2,5,8

A Bíblia também não tem incidente algum onde um homem visitado por um anjo de Deus o confunde com um anjo demoníaco. Desde o seu primeiro encontro com "Gabriel" que Maomé sentiu que estava possuído por um demónio. Para além disso, ele reconheceu e entendeu os seus sintomas como sendo de origem demoníaca visto que ele estava preocupado que alguém visse o seu comportamento e chegasse à mesma conclusão. (Ele temia se acusado de estar possuído e de seguir demónios).

"Temo começar a ser um mágico, antes que alguém proclame que eu sou um seguidor do Jinn (espírito)" e outra vez "Temo que haja loucura" (ou possessão demoníaca) "em mim" (mizanul MizanuŸl Haqq, page 345)

Obviamente que ele estava assustado, e chegou a confessar à sua esposa Khadija o medo que tinha dele poder até estar possuído por um espírito maligno. . . . Acometido de pânico, Maomé levantou-se e perguntou-se a ele mesmo, "O que foi que eu vi? Será que a possessão demoníaca que eu tanto temia finalmente aconteceu?" . . . . Quando ele ficou mais calmo, olhou para Khadija como alguém que precisava de ser salvo e disse, "Oh, Khadija, o que aconteceu comigo?" Ele contou à sua esposa que temia que a sua mente o tivesse traído por fim, e que ele se havia tornado num vidente ou num homem possuído. (Haykal, The Life of Muhammad, p.73-75)

"Cobre-me cobre-me!" Eles cobriram-no até que o seu medo acabasse; depois dele ter dito tudo o que lhe tinha acontecido, ele disse, "Temo que algo tenha acontecido comigo" Sahih Bukhari 1,1,3

Maomé estava com tanto medo que foram precisas outras pessoas para lhe dizerem que o que ele tinha visto não era um demónio. É interessante notar a diferença entre as visitações angélicas relatadas na Bíblia e as visitações que ocorreram ao "profeta" do islão: Maomé rapidamente notou que ele estava ou tinha estado possuído enquanto que as visitações Bíblicas deixaram os visitados com um enorme sentido de santidade, temor, e terror devido à sua natureza pecadora na presença de tal ser (Lucas 2:9-20, Mateus 28:1-7, Revelação 19:10, Revelação 22:8-9).

Maomé foi agredido de forma violenta, ficou a temer pela sua vida, e colocou a hipótese de estar possuído depois de ter tido um encontro com "Gabriel".

A Natureza das "revelações" de "Gabriel" a Maomé

Há muitas situações onde o Alcorão afirma que os Evangelhos revelados previamente foram dados por Alá. Para além disso, o Alcorão diz aos Cristãos para fazer julgamentos com base no que Alá "lhes revelou"

"Ó vocês que acreditam! Acreditarão em Alá e nos seu mensageiro, e nas escrituras que ele revelou ao seu mensageiro, e na escritura que ele revelou antes desta última” Sura 4:136
E depois deles (profetas), enviamos Jesus, filho de Maria, corroborando a Tora que o precedeu; e lhe concedemos o Evangelho, que encerra orientação e luz, corroborante do que foi revelado na Tora e exortação para os tementes.  Sura 5:46

Que os adeptos do Evangelho julguem segundo o que Deus nele revelou, porque aqueles que não julgarem conforme o que Deus revelou serão depravados. Sura 5:47

Dize: Ó adeptos do Livro, em nada vos fundamentareis, enquanto não observardes os ensinamentos da Tora, do Evangelho e do que foi revelado por vosso Senhor! Porém, o que te foi revelado por teu Senhor, exacerbará a transgressão e a incredulidade de muitos deles. Que não te penalizem os incrédulos. Sura 5:68

Os Evangelhos e todas as Escrituras do Novo Testamento têm a Revelação da verdadeira Natureza e carácter de Deus, a Boa Nova do Senhor Jesus como Deus que tomou  a carne Humana, vivendo uma vida que todos nós deveríamos viver, dando a Sua vida como sacrifício para os pecados do Seu povo, ressuscitando dos mortos triunfante sobre a morte, e ascendendo ao céu onde está à Direita do Pai, de onde Ele intercede por nós.

Se Maomé iria receber revelação angelical que alegaria que o que havia sido revelado previamente era da parte de Alá, e prosseguisse instruindo os Cristãos para manter os Evangelhos e julgar de acordo com eles, seria de pensar que a revelação Alcorânica que Maomé recebeu por parte de "Gabriel" estivesse de acordo com as verdades listadas nos Evangelhos. Mas não está. De facto, as revelações de "Gabriel" contradizem e debilitam os Evangelhos de todas as formas possíveis e imaginárias. As alegadas revelações de Maomé

1. Negam a Natureza Triuna de Deus (sura 4:171), enquanto que a Natureza Triuna de Deus está bem patente nos Evangelhos (Mateus 3:16-17)

2. Nega que Alá seja pai de alguém (4:171) enquanto que a Paternidade de Deus está bem visível nos Evangelhos (Mateus 3:17, João 2:22-23)

3. Negam que o Senhor Jesus tenha sido Crucificado (4:157-158), enquanto que YHWH deixa bem claro que Ele enviou o Senhor Jesus para que Ele fosse sacrificado como parte do expiação (Marcos 15:21-41)

Porque é que "Gabriel" iria dar revelações contraditórias a Maomé se supostamente Alá havia revelado previamente tais verdades imutáveis? Nenhum dos 3 pontos listados em cima podem ser reconciliados visto que eles contém alegações contraditórias sobre a Natureza e o plano de Deus. Para além disso, o Próprio Senhor Jesus declarou o caminho para a Salvação em João 14:6:
Disse-lhes Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por Mim.

Pode Deus ter uma Natureza contraditória? Pode Ele ser Triuno em Natureza mas depois negar isso mesmo mais tarde?  Pode Ele alegar ser o Pai, mas negar isso mesmo mais tarde? Pode Deus alegar ficar satisfeito em oferecer o Seu Filho para remissão dos pecados do Seu povo, mas negar isso mesmo mais tarde? Só se Ele for um mentiroso e um enganador. Isto não é possível com o Deus Verdadeiro, mas faz parte da natureza de Satanás enganar as pessoas desta forma:

Deus não é homem, para que minta; nem filho do homem, para que se arrependa: porventura diria ele, e não o faria? ou falaria, e não o confirmaria? - Números 23:19
Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele; quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira. João 8:44

À luz destes pontos mencionados em cima, é quase certo que Maomé foi na verdade, possuído por um demónio por várias vezes, e recebeu um falso evangelho e ensinamentos falsos. Para além disso, ele exibiu muitos traços clássicos de possessão e a revelação que ele recebeu contradiz e contém alegações de verdade inconciliáveis em relação à Natureza de Deus. (...)

AMADOS, não creiais a todo o espírito, mas provai se os espíritos são de Deus, porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo. Nisto conhecereis o Espírito de Deus: Todo o espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus;  E todo o espírito que não confessa que Jesus Cristo veio em carne não é de Deus; mas este é o espírito do anticristo, do qual já ouvistes que há-de vir, e eis que está já no mundo. 1 João 4:1-3.

Nenhum comentário:

Postar um comentário