.

quarta-feira, 5 de março de 2014

Geólogos afirmam que em breve o Monte das Oliveiras irá se separar

Geólogos encontraram uma grande falha geológica sob o Monte das Oliveiras
Recentemente, geólogos fizeram uma grande descoberta. Detectaram uma enorme falha nas placas tectônicas sob o Monte das Oliveiras. Concluíram que a qual momento, o monte pode se dividir em dois. 

Porem para quem crer na Bíblia é mais uma prova “do fim das coisas” e da exatidão da Palavra de Deus, cujo evento da divisão do monte está registrado no livro do profeta Zacarias – E naquele dia estarão os seus pés sobre o monte das Oliveiras, que está defronte de Jerusalém para o oriente; e o monte das Oliveiras será fendido pelo meio, para o oriente e para o ocidente, e haverá um vale muito grande; e metade do monte se apartará para o norte, e a outra metade dele para o sul (Zacarias 14.4).

A expressão “a qualquer momento” usada pelos estudiosos, só irá acontecer após o arrebatamento da Igreja

(subtração dos cristãos fiéis para a eternidade). Quando Jesus Cristo no período da Grande Tribulação (períodos em que a igreja estará ausente e estabelecimento de um grande caos mundial) retornará para socorrer os judeus encurralados pelas nações.

Com esta descoberta percebe se que o palco natural (a falha geológica) já está preparado para o sobrenatural (os pés de Cristo sobre o monte). Precisamos redobrar nossa vigilância, atenção, santificação. Pois Cristo nosso Salvador se aproxima…



ENTENDA SOBRE O MONTE DAS OLIVEIRAS

Monte das oliveiras, o último e o primeiro lugar na volta de cristo






O MONTE DAS OLIVEIRAS: O PRIMEIRO LUGAR ONDE JESUS APARECERÁ A TODOS EM SUA SEGUNDA VINDA







A VOLTA DE JESUS A TERRA

Muito se falou sobre a volta de Jesus em glória. Desta vez quero falar sobre a volta de Jesus a terra. Não há nenhuma dificuldade em revelar os acontecimentos, pois a Palavra de Deus menciona todos os detalhes deste marcante evento que acontecerá. Desta vez me focarei no local onde Jesus colocará os pés novamente e trará um reino vitorioso e de justiça sobre a terra. Assim, vamos a ordem cronológica das profecias concernentes ao assunto: Depois do inusitado arrebatamento da igreja de Cristo da terra (ver 1Ts.4.16,17 e 1Co.15.51,52). O mundo, a terra, será entregue provisoriamente ao domínio completo de Satanás (ver 2Ts.2.6-12). Sete anos mais tarde ele (Jesus) se manifestará visivelmente ao mundo o trazendo juízo de Deus sobre as nações da terra e implantar o seu reino de paz eterna. Esse acontecimento se dará da seguinte forma:






Jesus voltará em carne e osso, mas agora como Deus na terra! Ele voltará do mesmo jeito que subiu aos céus, conforme Atos 1:9-12:







De acordo com as Escrituras, Jesus esteve com seus discípulos antes de ser ascenso aos céus no monte das Oliveiras. Este monte situa-se ao leste de Jerusalém; do outro lado do ribeiro de Cedrom, conhecido como vale de Josafá. Vale que corria esse ribeiro. Águas passavam entre o Templo e o monte das Oliveiras. 





Em suas encostas ficavam Betfagé, Betânia e Getsêmani.

Este monte era composto de uma cadeia de três picos, dispostos de norte ao sul, dos quais o mais alto se eleva a 818m
Em João 18.1 cita Jesus indo para o monte das Oliveiras passando por Getsêmani, que fica no pé do monte.




Quando Jesus vier, ele se manifestará no monte das Oliveiras. De frente para a parte crítica da batalha das nações inimigas de Israel, que ocorrerá depois do arrebatamento da igreja. Essa batalha será conduzida entre o monte do Templo, em Jerusalém, e o monte das Oliveiras. Será quando Cristo se manifestará e dará cabo do exército inimigo de Israel. O profeta Joel fez menção desse fato: “Levantem-se as nações e sigam para o vale de Josafá; porque ali me assentarei para julgar todas as nações em redor”. (Jl.3.12).


"E, quando dizia isto, vendo-o eles, foi elevado às alturas, e uma nuvem o recebeu, ocultando-o a seus olhos. E, estando com os olhos fitos no céu, enquanto ele subia, eis que junto deles se puseram dois homens vestidos de branco. Os quais lhes disseram: Homens galileus, por que estais olhando para o céu? Esse Jesus, que dentre vós foi recebido em cima no céu, há de vir [exatamente] assim como para o céu o vistes ir. Então [os discípulos] voltaram para Jerusalém, do monte chamado das Oliveiras, o qual está perto de Jerusalém, à distância do caminho de [apenas] um sábado (cerca de 1 km)."

Jesus derrotará as nações que estão contra ele, e também capturará a besta (anticristo) e o falso profeta.

Jesus aparecerá primeiramente no monte das Oliveiras, do mesmo lugar de onde ascendeu aos céus em Atos 1:9-12, conforme foi previsto pelo profeta Zacarias, em Zacarias 14:3-5:

"E o Senhor sairá, e pelejará contra estas nações, como pelejou, sim, no dia da batalha. E naquele dia estarão os seus pés sobre o monte das Oliveiras, que está defronte de Jerusalém para o oriente; e o monte das Oliveiras será fendido pelo meio, para o oriente e para o ocidente, e haverá um vale muito grande; e metade do monte se apartará para o norte, e a outra metade dele para o sul. E fugireis pelo vale dos meus montes, pois o vale dos montes chegará até Azel; e fugireis assim como fugistes de diante do terremoto nos dias de Uzias, rei de Judá. Então virá o Senhor meu Deus, e todos os santos [e anjos] contigo."


Portanto, o impacto de Jesus, pousando no monte das Oliveiras, será tão forte que o monte se dividirá em dois. Recentemente, os geólogos detectaram uma falha geológica na massa do monte das Oliveiras, exatamente no meio dele.

Recentemente uma grande cadeia de hotéis cinco estrelas quis construir um grande hotel em cima do conhecido Monte das Oliveiras, mas foram informados por cientistas judeus que não fizessem isso, pois seus equipamentos descobriram que a qualquer momento aquele monte vai rachar em dois (também é uma profecia bíblica de Zacarias) e eles desistiram de tal empreendimento. Exatamente o local onde o Senhor Jesus vai colocar os pés! 



A referida batalha ou guerra começará no monte de Megido. Lugar que a Bíblia chama de Armagedom. Citada por João em Patmos: “Então, vi sair da boca do dragão, da boca da besta e da boca do falso profeta três espíritos imundos semelhantes a rãs; porque eles são espíritos de demônios, operadores de sinais, e se dirigem aos reis do mundo inteiro com o fim de ajuntá-los para a peleja do grande Dia do Deus Todo-Poderoso... Então, os ajuntaram no lugar que em hebraico se chama Armagedom”. (Ap.16.13,14,16).



Esse lugar se localiza perto do vale de Sarom e Jezreel ou Esdralom. Onde cruzavam duas importantes rotas comerciais. A cidade de Megido foi fortificada por Salomão e tornou-se cenário de grandes batalhas da nação de Israel. Ainda há ruínas desta cidade hoje. O profeta Ezequiel previu detalhes desta batalha: “Virás, pois, do teu lugar, dos lados do Norte, tu e muitos povos contigo, montados todos a cavalo, grande multidão e poderoso exército; e subirás contra o meu povo de Israel, como nuvem, para cobrir a terra. Nos últimos dias, hei de trazer-te contra a minha terra, para que as nações me conheçam a mim, quando eu tiver vindicado a minha santidade em ti, ó Gogue, perante elas”. (Ez.18.15,16).



Como o Megido (Armagedom) fica a 131km, a 1h de 26 minutos do monte das Oliveiras, suponho que as tropas inimigas avançarão até o vale de Josafá (quer dizer: o SENHOR julga).



Os reinos que serão trazidos para Israel nessa batalha são muitos. Podemos até arriscar alguma nação aqui. Porém, só o SENHOR sabe quais são. O profeta Ezequiel menciona as origens dessas nações: “Filho do homem, volve o rosto contra Gogue, da terra de Magogue, príncipe de Rôs, de Meseque e Tubal; profetiza contra ele”. (Ez.38.2). Onde Gogue de Magogue são povos que deram origem aos da Capadócia e os Medos; Meseque são povos que deram origem aos Iberos e Tubal deram origem aos Celtas. Ezequiel prossegue: “persas e etíopes e Pute com eles, todos com escudo e capacete”. (idem v.5). Os persas deram origem aos Iranianos, os Etíopes, já o diz e de Pute aos Líbios. Ainda diz o profeta Ezequiel: “Gômer e todas as suas tropas; a casa de Togarma, do lado do Norte, e todas as suas tropas, muitos povos contigo”. (idem v.6). Onde Gômer deu origem aos povos Cimerianos e Togarma deu origem aos Arménios.



O fato é que bem antes de nosso Senhor Jesus tocar os pés no monte das Oliveiras esses exércitos já estarão ao chão! Derrotados! Vejamos o que previu João em Patmos: “Vi o céu aberto, e eis um cavalo branco. O seu cavaleiro se chama Fiel e Verdadeiro e julga e peleja com justiça... E vi a besta e os reis da terra, com os seus exércitos, congregados para pelejarem contra aquele que estava montado no cavalo e contra o seu exército. Mas a besta foi aprisionada, e com ela o falso profeta que, com os sinais feitos diante dela, seduziu aqueles que receberam a marca da besta e eram os adoradores da sua imagem. Os dois foram lançados vivos dentro do lago de fogo que arde com enxofre. Os restantes foram mortos com a espada que saía da boca daquele que estava montado no cavalo. E todas as aves se fartaram das suas carnes”. (Ap.19.11,19-21). 




E quando ele descer no monte das Oliveiras estabelecerá o seu reino trazendo libertação a Israel de seus invasores. Ele pessoalmente virá e trará justiça sobre a terra que começará julgando aquelas nações que apoiaram essa guerra. Principalmente sobre o iníquo, o filho da perdição, o anticristo: “então, será, de fato, revelado o iníquo, a quem o Senhor Jesus matará com o sopro de sua boca e o destruirá pela manifestação de sua vinda”. (2Ts.2.8). 





Ele trará condenação aos que foram contra Israel e bênçãos aos que foram a favor de Israel. Cumprindo a palavra que foi dada a Abraão:

Ora, disse o SENHOR a Abrão: Sai da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai e vai para a terra que te mostrarei; de ti farei uma grande nação, e te abençoarei, e te engrandecerei o nome. Sê tu uma bênção! Abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; em ti serão benditas todas as famílias da terra”. (Gn.12.1-3). Confirmando a sua parábola apocalíptica feita em Mateus 25.31-34,41.



Observe que a mesma palavra do profeta Isaías que previu o nascimento de Jesus Cristo fala do seu domínio sobre a terra: “Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz; para que se aumente o seu governo, e venha paz sem fim sobre o trono de Davi e sobre o seu reino, para o estabelecer e o firmar mediante o juízo e a justiça, desde agora e para sempre. O zelo do SENHOR dos Exércitos fará isto”. (Is.9.6,7).



Esse tempo se aproxima, arrependa-se!


Um comentário:

  1. Deus abençoe este trabalho,e conduza cada vez mais pessoas ate aqui!para o crescimento do conhecimento de cada um amem!!!

    ResponderExcluir