.

quarta-feira, 11 de abril de 2012

A Heresia do Arminianismo

Vini Silva


A HERESIA DO ARMINIANISMO ACRESCENTANDO OBRAS HUMANAS A OBRA DO REDENTOR É UMA DOUTRINA PAGÃ QUE GERA A DÚVIDA E CONSEQUENTEMENTE A MORTE PELA FALTA DE FÉ.

É IMPOSSÍVEL PREGAR A OBRA SALVÍTICA DE JESUS SEM O EVANGELHO DA GRAÇA, POIS A GRAÇA É O EVANGELHO EM SI, E NÃO HÁ COMO PREGAR O EVANGELHO SE NÃO PREGARMOS A JUSTIFICAÇÃO PELA FÉ SEM OBRAS, E AS OBRAS COMO CONSEQUÊNCIA DA FÉ QUE A JUSTIFICA.



 NÃO HÁ EVANGELHO SE NÃO FOR BASEADO NA REDENÇÃO DO POVO DE DEUS, DOS ESCOLHIDOS E ELEITOS PELA GRAÇA DE DEUS, GRAÇA ESTA IMUTÁVEL, SOBERANA E ETERNA, QUE LEVANTA O CAÍDO, QUE DA VIDA AO MORTO E SALVAÇÃO AO PERDIDO.

GRAÇA ESTA QUE JAMAIS CONDENA UM FILHO ELEITO, ANTES O CONDUZ A VIDA ETERNA CHEIO DO AMOR E DA GRAÇA DE JESUS CRISTO, POIS DELE VEM A SALVAÇÃO, POR MEIO DELE E SOMENTE POR ELE, POIS TUDO FOI FEITO POR ELE E PARA ELE, E SEM ELE NADA DO QUE FOI FEITO SE FEZ.

LEMBREMOS QUE FOMOS DADOS A JESUS POR DEUS, POR VONTADE DE DEUS E NÃO DO HOMEM, A OBRA DE DEUS PERTENCE A DEUS, POR ISSO TODAS AS COISAS ESTÃO DEBAIXO DE SEU CONTROLE, E NADA DO QUE FOI DETERMINADO POR DEUS DEIXARÁ DE SE CUMPRIR, POIS SE ASSIM FOSSE HAVERIA UMA FORÇA MAIOR QUE A DETERMINAÇÃO DE DEUS.

SE O PLANO DA SALVAÇÃO PROVÉM DE DEUS, NADA O PODERÁ DETER, ELE SE CUMPRIRÁ.
SE MEU PECADO TIVESSE A FORÇA PARA ME CONDENAR OU PARA ME ARRANCAR DAS MÃOS DE JESUS, MEU PECADO TERIA MAIS FORÇA QUE DEUS E CONSEQUENTEMENTE O DIABO, POIS O DIABO É O PAI DO PECADO.

SE SENDO REDIMIDO E PURIFICADO PELO SANGUE DE JESUS E, POR MEU SUPOSTO LIVRE ARBÍTRIO TOMASSE UM RUMO CONTRÁRIO E FOSSE LANÇADO AO INFERNO, ENTÃO O SANGUE DE JESUS SERIA FRACO E SEM VALOR DIVINO, E, SE O PRÓPRIO JESUS ME LANÇASSE AO INFERNO DEPOIS DE ME TER PURIFICADO E REDIMIDO, ELE SERIA UM SALVADOR INCONSTANTE DE ÂNIMO DOBRE.

MAS, UMA VEZ SABENDO, QUE A FORÇA DO PECADO É A LEI E QUE JÁ NÃO VIVO MAIS DE BAIXO DELA E SIM DA GRAÇA DE DEUS, DESCANSO EM CRISTO SABENDO QUE ELE MEDIANTE SUA GRAÇA E VONTADE, ME CONDUZIRÁ PESSOALMENTE A ETERNIDADE, POIS FUI FEITO PRA ELE E DELE SOU DESDE O INÍCIO E PARA TODO SEMPRE.

SABENDO SEMPRE QUE O QUE FOI ALCANÇADO PELA GRAÇA DE JESUS NÃO USA DE SUA LIBERDADE PARA O PECADO, POIS A GRAÇA NOS TIRA O PRAZER PELO PECADO, ANTES, NOS DIRECIONA A BUSCARMOS A SANTIFICAÇÃO, POIS NOSSO PRAZER ESTÁ EM AGRADAR AO SENHOR JESUS E NÃO A NÓS MESMOS.

A GRAÇA NOS MUDA, NOS TRANSFORMA, TRANSFORMA NOSSA MENTE, PENSAMENTOS E DESEJOS, FAZENDO-NOS A AGRADAR NOSSO SALVADOR.

HOJE O PECADO NÃO TEM MAIS FORÇA PARA NOS CONDENAR, POIS JA FOMOS SALVOS PELA GRAÇA DE DEUS, O PECADO PODE NOS TRAZER A CORREÇÃO DE DEUS E ATÉ MESMO SEU AÇOITE, MAS NUNCA SUA CONDENAÇÃO...

A  JESUS TODA HONRA E TODA A GLÓRIA

6 comentários:

  1. Sempre que leio um escrito como esse, vem a minha memória o texto de Gênesis 15, onde mostra o momento de uma aliança entre Deus e Abraão, que ainda se chamava Abrão. Era necessário que ambos passassem pelo meio do sacrifício de animais, significando que as partes que não cumprissem com as promessas do concerto, pereceriam exatamente como aqueles animais. Mas nesse momento Abraão cai em sono profundo, onde o Senhor revela para ele o que iria acontecer com os descendentes dele. De que Ele seria fiel até o fim, mesmo quando o povo escolhido lhe virasse as costas. Só que nessa aliança somente Deus passou pelo meio do sacrifício, pois Ele sempre soube da nossa fragilidade e pequenez. E estabelecendo assim as promessas e as obrigações deste concerto, o papel de Abraão era apenas de aceitá-las por fé obediente. E em Jesus não foi diferente. Por mais que o homem venha a realizar coisas para tentar agradar a Deus a ponto de atrair sobre si a salvação, nunca conseguirá alcançar tal mérito. Isso é uma dádiva do Senhor por amor a sua criação. Cabe ao homem fazer como Abraão, aceitar que a Salvação é um ato soberano de Deus e andar numa fé obediente.

    ResponderExcluir
  2. Amigo. O arminianismo não prega justificação pelas obras, ela prega justificação pela FÉ. Se vc lesse autores arminianos, saberia que nenhum deles apoia a ideia que nós somos justificados pelas obras.

    Além disso, o arminianismo enfatiza a graça e a liberdade humana mais do que o calvinismo. O arminianismo assevera que Deus é SOBERANO, que nós possuimos o livre-arbítrio (não no conceito pelagiano, mas dentro do conceito BÍBLICO - liberdade de aceitar ou não a graça de Deus).

    Ao contrário do calvinismo, que alega que Deus predestina o homem tanto para o bem tanto para o mal. Além disso, esta teologia alega que Deus reprova o homem incondicionalmente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aceitar ou não a Graça de Deus é uma heresia típica do arminianismo, colocando o homem acima de Deus, com o poder de aceitar algo ou não determinado por Deus, uma total blasfêmia, Deus é soberano..

      Excluir
  3. Matheus Vinicius, Matheus Vinicius vc esta errado, a visão arminianista esta errada, veja João 6, é bem claro:
    37 Todo o que o Pai me dá virá a mim; e o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora.
    38 Porque eu desci do céu, não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou.
    39 E a vontade do Pai que me enviou é esta: Que nenhum de todos aqueles que me deu se perca, mas que o ressuscite no último dia.

    TODO QUE O PAI ME DÁ; QUE NÃO PERCA NENHUM DOS QUE ME DEU !!
    OU SEJA NINGUÉM VAI A CRISTO PORQUE QUER, SÓ VAI QUEM O PAI ENVIOU OU DEU...MUITO CLARO, APRENDA.. DEUS É SOBERANO !!!!

    ResponderExcluir